Encontro de montanhismo na UFSCar reúne história, experiências e ciência

Data: 09/11/16 16:43:22

A universidade não se resume à vida acadêmica. Ela é muito mais abrangente. É um universo onde as pessoas podem desenvolver muitas competências. Na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) uma dessas aptidões está relacionada às atividades de escalada e montanhismo, realizadas ao ar livre de maneira consciente e ecologicamente sustentável.

O Centro Universitário de Montanhismo e Excursionismo (CUME), que recebe o apoio da UFSCar, reúne pessoas de dentro e fora da universidade. “A região de São Carlos, no interior paulista, conta com polos importantes de atividades de montanhismo e excursionismo, como o Morro do Cuscuzeiro em Analândia e as famosas cachoeiras de Brotas”, explica o professor Victor Lopez Richard, docente do Departamento de Física da UFSCar e integrante do CUME.

Para abordar os diferentes aspectos das atividades em ambiente natural e comemorar os 25 anos do CUME, completados em 2016, acontece entre os dias 25 e 27 de novembro o "IV Encontro de Montanhismo e Excursionismo de São Carlos" (IV EMESC), que pela primeira vez na história do evento terá espaço para apresentação de trabalhos técnico-científicos na forma de pôsteres. A programação terá ainda palestras e sessões de debate sobre ecoturismo sustentável e mínimo impacto.

O CUME, um celeiro de grandes profissionais da área de escalada e montanhismo, trará para o IV EMESC diversos montanhistas para compartilhar suas experiências pessoais, como o que se deve e o que não se deve fazer nos diferentes ambientes de escaladas, sejam urbanos, como no Rio de Janeiro, ou em áreas mais afastadas das cidades, como no estado de São Paulo.

“Todos os ex-presidentes do CUME estarão presentes para contar suas histórias e como essa prática repercutiu positivamente em suas vidas. São pesquisadores, ambientalistas, engenheiros e demais simpatizantes que tiveram suas vidas marcadas pela atividade”, conta Victor. Entre eles, deve participar do evento a quarta brasileira a chegar ao topo de um dos gigantes do Himalaya, o Cho Oyu, com 8.201 metros. Lisete Florenzano entrou em 2013 para o seleto grupo de escaladores brasileiros a ultrapassar os 8 mil metros de altitude de uma montanha.

Durante o EMESC serão oferecidas também, com vistas a treinar algumas competências, oficinas práticas de aberturas de vias de escalada esportiva, técnicas verticais de acesso a árvores e introdução à fotografia outdoor. Nesta edição do evento haverá ainda um concurso fotográfico. O regulamento, os procedimentos de inscrição e a programação completa podem ser conferidos no endereço https://emesc.faiufscar.com. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail emesc@ufscar.br ou pelo telefone (16) 3351-9335.