Pesquisador da UFSCar é o primeiro brasileiro a fazer palestra em evento mundial sobre vidros

Data: 23/09/16 11:28:25

Edgar Zanotto, professor do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), foi o primeiro pesquisador brasileiro a proferir uma das mais importantes aulas magnas do mundo na área de ciência e tecnologia de vidros, a Turner Memorial Lecture, ocorrida em setembro na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, e que nesta edição comemorou os 100 anos da Sociedade de Tecnologia de Vidro.


Zanotto ministrou a palestra “Maravilhas e mitos do vidro” para uma plateia de especialistas de 28 países. “Abordei diversos temas sobre materiais vítreos, sua polêmica definição, suas propriedades mais inusitadas, formas criativas de reciclagem, curiosidades e mistérios sobre este material de 6000 anos, como por exemplo ‘se as vidraças das catedrais medievais estão escorrendo? e ‘o que originou a imagem da Virgem Maria em uma janela em Ferraz de Vasconcelos?’”, relata o professor. O episódio de Ferraz de Vasconcelos, que chamou a atenção da imprensa em 2002, está explicado no artigo Mistério desvendado.


O professor da UFSCar conta que recebeu o convite durante um evento da Sociedade Americana de Cerâmica ainda em 2015. O pesquisador, que mantém vários projetos de pesquisa via FAI.UFSCar (Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico), ocupa o topo do ranking mundial da base de dados Scopus com as palavras-chave principais de sua linha de pesquisa prioritária “crystal - nucleation - glass”. São cerca de 230 artigos científicos indexados neste banco, dos quais 80 sobre o tema publicado nos últimos 35 anos.


“Fiquei extremamente honrado com o convite e fiquei ainda mais motivado quando percebi os nomes dos 18 palestrantes de anos anteriores, que inclui um Prêmio Nobel, Sir Harry Kroto, o fundador do Journal of Non-Crystalline Solids, a mais importante revista científica dedicada aos vidros, e o professor J. D. Mackenzie, o grande guru e inventor dos biovidros”, salienta. A Sociedade Americana de Cerâmica considerou a palestra o ponto alto da celebração centenária da Sociedade de Tecnologia de Vidro. O registro será publicado no próximo Boletim da entidade, que deve ser divulgado em dezembro.