Simpósio discute o cerrado paulista na UFSCar

Data: 02/08/17 17:30:15

 A UFSCar, por meio da parceria entre o Instituto Florestal e o Departamento de Ciências Ambientais (DCAm) realiza o Simpósio do Cerrado: Manejo e Conservação das Fisionomias de Áreas Abertas, nos dias 11, 12 e 13 de setembro no campus São Carlos.

O evento tem por finalidade promover discussões sobre as atuais condições de conservação de fragmentos significativos com fisionomias abertas do cerrado paulista. O foco dos debates será a Unidade de Conservação denominada Estação Ecológica de Itirapina, município localizado a 30 quilômetros de São Carlos.

“Serão abordadas propostas de manejo para a erradicação de espécies invasoras, restauração das fisionomias e outras estratégias de conservação deste importante espaço de biodiversidade”, comenta a coordenadora do evento, Sônia Maria Buck, docente do DCAm. Durante o evento ocorrerão palestras que irão abordar a versão histórica da formação do Cerrado.

A Estação Ecológica de Itirapina tem 2,3 mil hectares destinados à conservação dos recursos naturais. A área protegida é administrada pelo Instituto Florestal. O simpósio será finalizado com uma visita ao Cerrado da UFSCar, com o apoio do projeto Trilha da Natureza.

Pesquisadores interessados em submeter trabalhos, as pessoas que quiserem fazer suas inscrições para participar do evento ou conferir a programação completa devem acessar o site www.cerrado2017.faiufscar.com.  O evento é realizado em parceria com a FAI.UFSCar.